terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Primeiro post de 2014 - TAG: Vivendo fora do país

Oi pessoas, tudo bem com você?
       Eu ando bastante sumida aqui, mas é porque depois que voltei a morar aqui no Brasil, aconteceu MUITA coisa nova, por isso estou na correria. Mas vou tentar sempre vim aqui postar algo diferente para vocês.
       Hoje eu estava assistindo vários videos no Youtube, e gostei bastante da TAG: Vivendo fora do Brasil, e como eu já passei por essa experiencia resolvi responder as perguntinhas que encontrei adaptada no canal da Luana Pape.
       Então vamos começar:
1- Nome:  Bárbara
2- Em que país/cidade você morou? Morei na Argentina, em Bahia Blanca
3- Morou sozinha/com família? Morei com a minha família
4- Por quanto tempo você morou la? 2 anos
5- Já morou em algum outro pais? Não
6- Qual é sua idade? 18 anos, mas vou fazer 19 agora em fevereiro.
7- Como surgiu a ideia de morar no exterior? Meu pai recebeu uma proposta de trabalho.
8- Foi difícil conseguir o visto de residencia? Não
9- Qual a pior situação que você passou la? Tem 3 situações que me incomodou bastante e aconteceu na escola.
1ª - Durante 2 anos eu fiquei bastante excluída, porque o pessoal da minha sala ficava falando mal de mim pensando que eu não entendia nada
2ª - Minha professora de biologia, estava perguntando para a turma algumas especies de macaco, e quando ela foi me pergunta eu não sabia mais o que falar porque todo mundo já tinha comentado alguma especie que eu conhecia, ai ela falou assim: ''Como assim Barbara você não sabe dizer alguma especie, você morava no Brasil convivia sempre com eles!'' --'
3ª - Estava na Ed. Física, e a professora pediu para a turma correr, quando comecei a correr meu pé começou a doer muito, fui falar com ela, só que ela não quis tentar entender o que eu estava falando e falou alto que todas as meninas escutaram ''Barbara já faz 1 ano que você mora aqui e não sabe falar espanhol direito?'' Eu fiquei triste demais porque por causa da dor não conseguia falar direito :/
10- Ponto turístico que você gosta? Na cidade que eu morava não, mas em Buenos Aires tem a Galeria Pacifico.
11- Você falava a língua local? Acha importante aprender? Depois de um tempo eu aprendi, e acho importante sim.
12- O que você pensa do pais em que morou? Eles recebem bem os brasileiros? Acho que a Argentina devia melhorar um pouco, que por culpa da presidente de la o país esta decaindo. Em alguns lugares sim e alguns lugares não.
13 - Sentiu muita falta da família? De quais produtos sentia mais falta? DEMAIS! Principalmente porque meu namorado morava aqui (Brasil), então eu sofria demais lá. Os produtos que eu sentia mais falta era Trakinas, queijo mineiro, miojo etc.
14- Pretendia morar la pra sempre? NÃO kkkk
15 - O que tem la que você acha que deveria ser implantado no Brasil? As ruas de lá são muito limpas.
16- Qual dica você daria para quem gostaria de viver nesse pais? Que vá de mente aberta, porque se for que nem eu ''obrigada'' não vai dar certo kkkk

Então foi isso pessoal, espero que vocês tenham gostado do post de hoje.
Beijos B.

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Renovando o blog

Oi pessoas!
Faz bastante tempo que eu não posto aqui né? Me desculpem, mas depois que voltei a morar em BH, meu tempo ficou apertado demais.
Mas agora resolvi voltar ao blog, não prometo postar todos os dias, mas sempre quando der vou estar aqui, fazendo resenhas, contando do meu dia-a-dia, experiencia e por ai vai.
Vou apagar algumas postagens que para mim não tem necessidade de continuar aqui.
Então é isso gente, espero que gostem!
Beijos B.

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Resenha: A Culpa é das estrelas

Esse livro entrou na lista dos meus favoritos! A historia é linda, é triste mas vale muito a pena ler.

Sinopse: Em A Culpa é das Estrelas, Hazel é uma paciente terminal de 16 anos que tem câncer desde os 13. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.
Hazel é uma garota de 16 anos que tem um câncer que comprometeu o funcionamento do seus pulmões e por causa disso ela tem problemas respiratório, mas consegue viver graças uma droga que detém o tumor. Ela frequenta um grupo de apoio para crianças com câncer, e lá ela acabar conhecendo Augustus, de 17 anos, que perdeu uma perna para um câncer que se chama osteosarcoma. Eles lidam com essa doença com senso de humor. Hazel e Augustus se apaixonam e se tornam melhores amigos, apoiam um ao outro, ajuda um ao outro em seus problemas pessoais.
Eu não posso te dizer como estou agradecido
por nosso pequeno infinito
Hazel é muito fã de um livro que se chama ''Uma aflição Imperial'', e já leu varias vezes, comenta com Augustus que seria capaz de ler ate uma lista de compras do autor, mas ela já mando varias cartas e nunca foi correspondida. Ele começa a ler o livro e também gosta da história, e resolvi mandar um e-mail para a secretaria do autor. E por causa desse e-mail com a ajuda dos pais de Augustus, eles decidem ir para Amsterdam conhecer o autor. No final dessa viajem, Augustus faz uma revelação e Hazel terá que ficar ao seu lado e apoia-ló, será que ela consegue suportar?

A culpa da estrelas mostra um pouco de como é um adolescente superar o câncer, e ajuda a gente a pensar em como alguns problemas que pensamos que é o fim do mundo, não é nada perto do que essas pessoas sofrem.
O romance no livro é um amor real, sem aquela coisa melosa, e consegue tocar em qualquer um.
Espero que tenham gostado da resenha e desculpa pela demora de postar algo aqui.
Beijos B.

domingo, 7 de abril de 2013

White Collar

Olá pessoas!
Hoje eu resolvi postar sobre uma serie que eu voltei a assistir, ainda estou nos primeiros capítulos da primeira temporada, mas estou amando! White Collar é uma serie tem ação e drama.


Neal Caffrey (Matt Bomer), é um ex-ladrão e falsificador que foi capturado e preso. Foi condenado a uma pena de 4 anos, mas faltando 3 meses para acabar de cumprir sua pena ele foge para encontrar sua ex-namorada mas acaba sendo capturado pela segunda vez pelo o agente da FBI Peter Burke (Tim DeKay). Após ser capturado, Neal pede para o Peter ir a prisão lhe fazer uma visita, a fim de propor um acordo. Neal oferece para prestar serviços ao FBI, em troca da sua liberdade, mas Peter nega o pedido. Depois de pensar muito acaba aceitando a ajuda de Neal que acaba virando consultor do FBI e começa a ajudar a resolver os casos da divisão White Collar.


A cada capitulo que passa estou me tornando fã do Matt Bomer, alem dele ser um ótimo ator, seu personagem tem um carisma enorme, que acaba conquistando a confiança de Peter, e sem perceber ate de quem ta assistindo! Os personagens ''secundários'' como a mulher de Peter, Elizabeth (Tiffani Thiessen) que é ótima em cena, e o Mozzie (Willie Garson), amigo do Neal é super engraçado. Como eu disse, assisti poucos capítulos mas os que mais me cativaram ate agora alem dos personagens principais foi a Elizabeth e o Mozzie.


Então pessoas desculpa se o post não ficou tão bom, é que eu resolvi escreve-lo de ultima hora, porque ja estava achando o blog um pouco abandonado. Mas quando a mudança acabar e estiver com o tempo menos corrido eu venho postar mais para vocês. 
Espero que tenham gostado!
Beijos B.


P.S.: Ja acabei de assistir a primeira temporada e amei! .. Vale a pena assistir, e fiquei sabendo que a serie vai ate a 3ª temporada, quando tiver mais novidades sobre a serie eu prometo postar aqui.

terça-feira, 12 de março de 2013

Resenha: A Segunda Breve Vida de Bree Tanner


Oi pessoas!
Hoje eu vou falar sobre a segunda breve vida de Bree Tanner que é um livro que foi escrito pela diva Stephenie Meyer como complemento para o livro Eclipse.
O livro é narrado pelo ponto de vista da Bree. A historia começa com Bree indo caçar sangue humano, com Diego, Kevin e um outro vampiro que ela não sabia o nome. Ela havia sido transformada por Ryan ha mais ou menos 3 meses, e Diego em uma conversa lhe contou que foi transformado ha 11 meses. Riley recomendava a eles para matarem as pessoas que não ia fazer falta a ninguém  então Bree e Diego sugam o sangue de um cafetão, uma empregada, uma prostituta e dois ''mendigos'', e ela sabia que esse também era um dos métodos que Riley utilizava para criar um exercito de recém criados. Eles começaram a conversar de como era estranho transformar tantas em pessoas em vampiro, Diego acreditava que ''ela'' (era como eles chamavam Victoria), iria usa-los como proteção para algo que eles ainda não tinham ideia do que era. Perto do amanhecer, eles voltam para casa e a encontra toda queimada, mas Bree explica que era comum isso acontecer. Então os dois foram para uma caverna porque Riley havia dito que se eles fossem expostos ao sol se queimariam  e la ficaram conversando sobre como foram transformados e como era a vida humana de cada um. Durante a conversa eles descobriram que a luz do sol não machuca, só faz a pele brilhar, e alem disso Diego desconfia que Riley esteja mentindo ou esteja escondendo algo deles. Bree e Diego se tornam amigos, mas decidem manter a amizade em segredo. Eles decidem ir procurar Riley e os outros, e encontram em uma nova localização. Bree volta a sua rotina, que era sempre ficar escondida perto do ''Freaky Fred'', que tem o dom de repelir as pessoas, o que a mantem longe de brigas. Diego  briga com
o lider de uma gangue de recém criados, eles planejam matar Diego, e Riley nunca desconfiaria deles, então Freaky usa seu poder para protege-los. Mais tarde, Bree e Diego resolvem seguir Riley, e vê ele com Victoria, percebem que os Volturis estavam chegando também e eles avisaram a Victoria que ela estava agindo ilegalmente que podia ser punida com a morte, mas Victoria pede 5 dias de prazo para atacar a família Cullen. Ao amanhecer, Riley volta sozinho e repara que alguns recém criados morreram em uma briga entre eles e se irrita porque precisava de um numero grande, ele dizia que iriamos atacar os vampiros de olhos amarelos (os Cullens), por própria defesa, porque a intenção dos Cullens era mata-los, e quem quisesse sobreviver teria que aprender a lutar. Nisso Bree, percebe que Diego não estava lá, e Riley a chama para conversar e avisa que ele foi trabalhar com Victoria, mas que os encontraria na hora da batalha.
Durante 3 dias todos os recém nascidos treinaram, menos Bree e Freaky. Riley entregou uma peça de roupa de Bella, para que todos soubessem quando os Cullens estivessem perto. Chega o dia da batalha, todos estão indo atras dos Cullens, quando Freaky decide não ir e chama Bree para acompanha-lo, Bree diz que iria encontrar Diego e quando estivesse com ele iriam os 3 se encontrar em Vancouver. Riley avisa Bree que Diego já estava lutando e ela vai atras dele. Quando chega lá ela encontrar seu grupo todo destruído pelos
Cullens, e não sentia cheiro de Diego, então percebeu que estava sendo enganada por Riley que Diego havia morrido no dia que ele saiu para trabalhar com Victoria. Ela dá de cara com Carlisle e não tenta ataca-lo, então ele e Esme ficam com pena dela. Bree continua viva, e os Cullens esperam a visita dos Volturi.
Os Cullen oferecem para cuida de Bree mas os Volturis não dão segunda chance, então ela escuta Edward falando para Bella chegar os olhos e então Bree fecha também e fica aguardando a morte.
Espero que vocês tenham gostado da resenha de hoje!
Beijos B.

sexta-feira, 8 de março de 2013

Frase do dia

''Quando a gente ama de verdade , a distância é só um obstáculo que vamos superar juntos!'' - Binha Nogueira

Resenha: Um amor para recordar - Nicholas Sparks

Oi pessoas!
Eu acho que quase todo mundo conhece a história de ''Um amor para recordar''. O filme é lindo, e toda vez que eu assisto eu choro! hihi Mas a história no livro tem alguns detalhes que são diferentes.
É uma narrativa de Landon Carter voltando ao seu passado, quando ele tinha 17 anos em 1958, e quando conhece Jamie Sullivan.
Landon Carter, era da turma dos ''descolados'', filho de uma família tradicional, e tentava aproveitar ao maximo de sua liberdade.
Jamie Sulliven era a filha do pastor da cidade de Beaufort, uma menina querida por todos, estava longe de ser uma tipica adolescente, sempre carregava uma Bíblia consigo, era do tipo que se um ''desconhecido'' precisasse de um órgão ela doaria e estava no ultimo ano do colégio.
O destino dos dois se encontraram quando Landon precisava de um par para o baile, sua ex havia lhe trocado por um homem mais velho e com um carro bonito. Não havia muita opção feminina para acompanha-lo no baile. Resolveu procurar no albuns de fotos do colegio e foi lá que encontrou Jamie. Ficou uma hora relutando a ideia e então decidiu que a levaria.
Nos capitulos seguintes, vemos o amor acontecendo e as diferenças de Jamie e Landon acabaram por uni-los na descoberta da alegria, da dor, da perda e, sobretudo, da força transformadora do verdadeiro amor.
Esse é um dos meus livros favoritos, é uma história tão linda, eu sou apaixonada por ela. E a leitura dele é super gostosa, consegui ler em 3 dias. Vale muito a pena ler mesmo se ja viu filme. Eu super indico.
''Há momentos em que desejo fazer o tempo voltar e apagar toda a tristeza, mas eu tenho a sensação de que, se o fizesse, também apagaria a alegria. Assim, revivo as memorias da forma como vêm, aceitado todas elas, deixando que me guiem sempre que possível, Isso acontece com mais frequência do que as pessoas percebem...
Quando eu tinha 17 anos, minha vida mudou para sempre... Estou com 57, mas ainda me lembro de tudo o que aconteceu naquele período, em seus mínimos detalhes. Sempre o revivo em minha mente, trazendo-o de volta á vida, e sinto uma estranha combinação de tristeza e alegria quando o faço.
Esta é a minha historia e prometo contar tudo.
No inicia você vai sorrir e, depois, chorar ... não dica que eu não avisei.'' - Landon Carter
Espero que tenham gostado da resenha de hoje.
Beijos B.